bio


bio
Compositor e cantor de Porto Alegre – RS – Brasil.
Desde meados dos anos 80', experimento uma trajetória de ações colaborativas, em eventos compartilhados com outros artistas amigos, como Johann Alex de Souza, Alexandre Vieira, Carlos Patrício, Zé da Terreira, Ana Lonardi, Orestes Dornelles, Serrote Preto, entre vários. Integrei a Orquestra de Mantra Rudráksha - grupo que realizou apresentações no Brasil e em Portugal. Como cantaturor, fiz shows em diversos espaços culturais e teatros, alternando diferentes formações. Com mi hermano uruguayo Sebastián Jantos, gravamos um álbum compartilhado e fizemos apresentações no Brasil, Uruguai e Argentina. Integro também o espetáculo Violeta Parra - Uma Atuadora, acompanhando Tânia Farias (Ói Nois Aqui Traveiz).
Segue uma lista com alguns eventos:

2020:
- show Violeta Parra - Uma Atuadora, no projeto Sarau no Solar - transmitido pelo canal de YouTube da TV/ALRS ;
- Violeta Parra - Uma Atuadora, na Escola Tekó Jeapó, da tekoá Ka'aguy Porã, em Maquiné/RS;
- show Nosso Canto, transmitido pelo canal de YouTube da Escola Projeto RS

2019:
- shows no Café Fon Fon, Meme Estação Cultural e Clube de Cultura.
- show Violeta Parra - Uma Atuadora (Porto Alegre, Florianópolis e São Paulo).

2018:
- show Retomada, no Café Fon Fon.

2017:
- shows na praia do Cassino e no Teatro Móvel (com Marcus Ungaretti)

2016:
- CD Muamba - gravado em parceria com o compositor uruguaio Sebastián Jantos. Shows na Argentina, Uruguai e Brasil.

2014 e 2015:
- participa dos projetos coletivos Primavera Oriental (shows no Uruguai e Argentina) e José Martí em Canto (CD e shows no Brasil e em Cuba).

2011:
- CD: Amador (álbum gravado com financiamento do Programa Petrobras Cultural; recebeu três indicações para o Prêmio Açorianos de Música).

2009 e 2010:
- shows em Montevidéu - Uruguai, junto com os músicos platenses Sebastián Jantos, Nicolás Klisich e Javier Cardellino.

2005:
- Prêmio Açorianos de Música - Melhor Compositor e Melhor Disco de MPB.
- show no Teatro da Ufrgs (Circuito Cultural Banco do Brasil) na mesma noite da apresentação de Vanessa da Mata.

2004:
- CD mário falcão, produção independente (através do edital público de financiamento Fumproarte – Prefeitura de Porto Alegre). No mesmo ano, teve sua música Quando te vi (parceria com Cármen Nunes) escolhida para constar no CD Uma Canção para Porto Alegre, coletânea de canções homenageando a capital gaúcha, cujas músicas foram eleitas através de concurso público municipal.